sábado, 6 de julho de 2013

Podia pedir-te.

Podia pedir-te a lua e sei que dir-me-ias que te era impossível dar-ma mas que os teus braços estavam abertos para mim, como se soubesses que a lua era o meu paraíso longe do mundo e junto de ti.

Podia pedir-te o mar e sei que dir-me-ias que te era impossível fazê-lo mas que todo o teu amor era meu, como se adivinhasses que queria o sentimento profundo e verdadeiro, transparente e imenso como eu metaforicamente to pedia...
E entre os meus pedidos descabidos aos teus olhos ias demonstrando-me o teu amor por mim... E eu sorrindo, seria capaz de esboçar no ar um futuro a teu lado que a brisa levava para longe para nos obrigar a viver cada dia e desfrutar de cada segundo ao lado um do outro... E sei que, se tudo isto fosse real, seria ainda mais belo que o nascer da lua no teu olhar.

6 comentários:

  1. Gostei muito (:
    Estou a seguir.

    ResponderEliminar
  2. acho bela a maneira como me delicias nas tuas palavras. adorava que me visitasses no meu blog de escrita, sei que já conheces o outro, mas no "Palavras Só Minhas" é que escrevo textos realmente. segui, fascinaste-me.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo8/7/13 00:05

    A mim fascinas-me todos os dias!

    ResponderEliminar

deixa a tua opinião :))