sexta-feira, 5 de julho de 2013

Sonhei que...

     Sonhei que me abraçavas os medos e me sussurravas ao ouvido palavras calmas na harmonia da tua voz. Sonhei que pintavas o meu mundo de cores alegres arrancando-me do negro em que me mantinha e que me vestias de branco a alma rasgando a mágoa que trazia no peito. Sonhei que me tecias o destino no qual eu não acreditava, desenhando um sorriso no meu rosto e a alegria no meu olhar.

     Sonhei que me puxavas pela mão e me fazias correr, rir, cair sobre a relva molhada sem me importar com o que olhares reprovadores pudessem gravar... Sonhei que me despias a mente e ma lavavas na límpida água corrente de um riacho sem rota. Sonhei que me beijavas a pele e percorrias cada fio de cabelo meu com os dedos como se tocasses uma maravilha da natureza...

     Sonhei que amavas cada defeito meu e que me acarinhavas as qualidades... E nesse sonho tão longínquo da realidade fizeste-me sem saber ou sequer imaginar, acreditar que ainda podia a felicidade brotar no meu coração bastando eu querer deixa-la florescer. E foi sem saber que me fizeste acordar de um pesadelo, romper o negro dos meus olhos e beijar a vida como quem sorri num dia terno de primavera.

4 comentários:

  1. "Sonhei que pintavas o meu mundo de cores alegres arrancando-me do negro em que me mantinha e que me vestias de branco a alma rasgando a mágoa que trazia no peito." lindo, lindo, lindo! (r: e se achas que te falta libertade para te sentires melhor, então liberta-te. arranja forma de sair dessa prisão, que talvez sejas tu própria a cria-la!) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do blog. Já te segui, vista-me e se gostares segue também :)

    ResponderEliminar
  3. obrigada, segui também :)

    ResponderEliminar
  4. eu sei que vais conseguir, princesinha, tu és forte! e obrigada mais uma vez

    ResponderEliminar

deixa a tua opinião :))