segunda-feira, 12 de agosto de 2013

porque, às vezes, não sei acreditar

Sabias que o meu coração era grande para albergar todo o meu amor por ti mas esquecias-te que a saudade se tornava imensa quando a tua presença era rara. E o coração chorava mas eu não. Eu continha os sentimentos porque não te queria mostrar as minhas quantas fraquezas quando o assunto és tu mas, ainda assim, tu sabias como queria mergulhar nos teus braços e afogar-me no teu carinho, tu sabias o quanto a distância me queimava a pele e me cravava o peito...
Tu sabias como eu tinha medo de iludir-me com o futuro. Mas tu acreditavas com todas as tuas forças que nós éramos mais fortes, que o nosso amor era mais forte, e a verdade é que a distância que nos poderia vir a separar era insignificante junto da imensidão do nosso amor mas o medo assombrava-me nas noites em que tu não estavas para me confortar. Eu queria, mas às vezes eu não sabia acreditar e acabava por, sozinha, deixar-me chorar.

4 comentários:

  1. O texto está lindo como sempre ;)

    ResponderEliminar
  2. Está lindo. (:
    *kiss na cheek

    ResponderEliminar
  3. escreves tão bem :)

    r: owww, obrigada <3 eu já estive a procurar coros e assim na minha zona mas todos se pagam ou os que não se pagam, são para os idosos :( eu quando era pequena andava no coro da igreja - eu nunca andei na catequese e não gostava da igreja, só ia lá cantar. mas depois tive de sair porque não tinha a primeira comunhão. :/ boa sorte para ti! :)

    ResponderEliminar

deixa a tua opinião :))